Empreendedor, empresário ou colaborador. Qual é o seu perfil?



Em nossas entrevistas com pretendentes a franqueados costumamos fazer essa pergunta e, invariavelmente, verificamos que os candidatos não sabem muito bem qual é a diferença entre ter um perfil de empreendedor ou de empresário. Quanto ao perfil de colaborador, nenhuma dúvida, podem até ter esse perfil, mas de fato não querem mais ocupar essa posição.


A verdade é que quando alguém pretende montar um negócio, seja ele uma franquia ou não, é porque já não aguenta mais ser um colaborador. A dor é sempre a mesma e os motivos, os mais variados.


Diante desse fato, buscam por uma solução que traga ao mesmo tempo, maiores possibilidades de aumento da renda e segurança empresarial.


As boas franqueadoras prometem exatamente isso, um modelo de negócio bem estruturado e uma marca consolidada.


O cliente ideal


O casamento perfeito ocorre quando unimos o cliente ideal com a franquia ideal e, neste artigo, nosso objetivo é falar sobre esse cliente ideal, o investidor. Sobre a franquia ideal sugiro que você leia o nosso E-book: Como escolher a franquia ideal.



Esse investidor ideal, futuro franqueado, idealmente deverá ser mais empresário que empreendedor. Quando conversamos com os proprietários das franquias sempre os questionamos sobre isso e todos concordam sem exceção. O perfil empreendedor terá dificuldades em seguir as regras e irá sempre se sentir incomodado com isso. Já o empresário, esse, si, poderá aproveitar de toda estrutura apresentada por uma franqueadora para se dedicar à gestão do negócio.


Enquanto o primeiro, o empreendedor, estará preocupado em questionar os processos e procurar novas formas de gestão, o segundo, o empresário, estará focado na operação do seu novo negócio, confiante de que a franqueadora está mais preparada e tem mais experiência no que faz.


Nem tudo está perdido


Isso não quer dizer que alguém que tenha um perfil mais de empreendedor, não possa ser um bom franqueado, de forma alguma, simplesmente ele terá que ser mais disciplinado e controlado. Da mesma forma que não será impossível que um investidor com perfil de colaborador, que sempre foi funcionário de uma empresa, não possa vir a se tornar um excelente franqueado.


Quando falamos sobre características de personalidade, dificilmente encontramos alguém 100% de um jeito ou de outro. O comum é que tenhamos predomínio de certas características e que, graças à Deus, essas características podem ser moldadas e aprimoradas.


O mais importante é sabermos que para cada caso temos várias alternativas no mercado de franquias, sendo que o sucesso desse modelo de negócio se deve justamente a essa grande variedade de opções e que o mais importante será procurar uma boa orientação, fazer uma ampla pesquisa e, principalmente, respeitar o seu rico dinheiro.


Concluindo


Depois de definirmos qual será a franquia ideal, para cada perfil e para cada investimento, partimos para o que 100% dos franqueadores consideram o mais importante de tudo que é encontrar o ponto. Sim, porque, ter um negócio bem estruturado, uma marca reconhecida como sinônimo de sucesso e um senhor franqueado, de nada valerá sem o bendito PONTO.

© 2020 por Grupo Latino Americano de Franquias

  • YouTube
  • Instagram - White Circle