A INTERNACIONALIZAÇÃO DO SETOR DE FRANQUIAS BRASILEIRAS



O ano de 2015 foi o quinto ano consecutivo que o setor de Franquias, superou o crescimento da economia em toda a América Latina e Estados Unidos.


Especificamente no Brasil, a cada ano aumenta a expansão internacional, foi o que apontou o Balanço do Desempenho do Franchising (2015) publicado pela ABF. De acordo com o estudo, 28 marcas iniciaram atividade fora do Brasil no ano passado, totalizando 134 redes nacionais com operações em 60 países, ante 106 marcas em 2014.


A intensificação da participação das marcas brasileiras em missões comerciais, feiras e rodadas de negócios internacionais tem contribuído decisivamente para que cada vez mais marcas made in Brazil operem ao redor do mundo.


Segundo o estudo, o mercado mais procurado continua a ser os Estados Unidos, com 37 marcas, seguido de Paraguai (25), Portugal (21), Argentina (16) e México (13). Os segmentos de Alimentação (18%), Esporte, Saúde, Beleza e Lazer (17%), Acessórios Pessoais e Calçados (15%), Educação e Treinamento (12%) e Negócios, Serviços e Outros Varejos (11%) são os mais internacionalizados.


O processo de internacionalização, muitas vezes, é estimulado por um conjunto de razões que levam as franquias a optarem por entrar de diferentes maneiras em mercados estrangeiros distintos. A busca por novos mercados pode ser considerada uma possibilidade atraente, pois permite uma expansão nas vendas.


Outra boa razão para a franquia, é que ela poderá fazer o uso dos mesmos recursos e competências que lhe conferiram vantagem competitiva no mercado original, em outro país.


A economia de escala e a busca de recursos no mercado estrangeiro é outra motivação para a expansão internacional. De qualquer modo, o setor segue sendo uma forte opção de negócio, como mostram os números, bem como um setor dinâmico que reflete a realidade de um mundo em constantes mudanças.


© 2020 por Grupo Latino Americano de Franquias

  • YouTube
  • Instagram - White Circle
logo-abf-280.png