A economia está no Conhecimento - Contrate quem sabe



Semana passada meu carro parou, de repente, bem no meio do viaduto.


Lembro que fiquei muito nervosa com essa situação: carro parado complicando o trânsito, buzinas por toda parte. ufa.... Com muito custo consegui chegar em casa.


No dia seguinte logo cedo o que fazer?


Fui em 4 mecânicos e cada um apresentou seu diagnóstico. A única palavra e frase em comum foi "câmbio", "câmbio automático é caro mesmo".


Cada mecânico apresentou um valor e o mais incrível é que não consegui um item em comum nos orçamentos apresentados.


No meio desse labirinto de informações me lembrei de um amigo apaixonado por carros. Ele me indicou um mecânico de sua confiança; acertou valores, as peças danificadas que precisam ser trocadas, data de entrega. Enfim, ele cuidou do meu carro como se fosse seu. E eu consegui, depois de 15 dias, relaxar. Me senti cuidada e pude trabalhar em paz.


Depois de tudo resolvido, me perguntei por que me senti tão ameaça e em pânico, afinal era só um câmbio automático quebrado. Depois de muito pensar conclui que não dominar um assunto, qualquer assunto, gera uma sensação de impotência. Não ter expertise sobre câmbios automáticos foi uma dessas sensações.


Como contratar o que você não conhece?


Como verificar se os profissionais estão sendo corretos em suas avaliações se não tenho conhecimento sobre esse assunto?


Fazendo correlato com as franquias imagino que é assim que um franqueado se sente quando precisa materializar seu projeto de franquia. Não ter expertise sobre projetos e obras, principalmente se essa obra for em Shopping Centers deixa qualquer um assustado.


Como contratar o que não conhece? Equalizar orçamentos se não sabe qual é a demanda?

Essa falta de domínio sobre o assunto em geral encaminha a contratação para o preço e não para o produto. Em geral, ganha o orçamento menor, independente da qualidade do profissional ou da empresa que está sendo contratada.


Se o que foi contratado não contemplar todos os itens necessários para a entrega e funcionamento da loja, com certeza demandará valores não previstos; o famoso, “mas isso não estava incluído”.


O Franqueado, ou lojista, precisará então dispor de mais capital, em geral seu capital de giro, comprometendo o fluxo de caixa logo no início de sua atividade.


Como resolver essas questões?


Simples. Contratar um profissional que detenha o conhecimento sobre o assunto, que tenha expertise e possa orientar o cliente.


O profissional, arquiteto ou engenheiro, será o condutor do processo.


Será responsável por equalizar orçamentos, compatibilizar projetos, elaborar o cronograma de obra, analisar contratos com as empreiteiras e demais empresas envolvidas, acompanhar o fluxo financeiro da obra e cuidar para que o franqueado não se envolva em questões relacionadas a obra.


Se o Franqueado tiver em quem confiar na etapa de projeto e obra, poderá se dedicar a outras questões em vez de se estressar com execução e entrega de obra. Administrar atropelos ou surpresas não previstas é sem dúvida um momento de grande desgaste, não só financeiro, mas também físico e emocional.


Atentar para que o Franqueado comece o seu negócio sem aborrecimentos e, se sinta cuidado, entusiasmado e engajado é um grande passo para o sucesso do seu negócio.


Eliane Adesse, Arq.Msc.

© 2020 por Grupo Latino Americano de Franquias

  • Instagram - White Circle